O que os gestores consideram bons programadores

Como convencer o teu gestor de que és um bom programador de PHP, quando na verdade és pouco mais do que um “script kiddie”? Escreve código como este: empty ($instance) AND $instance = new self($config); Se és um bom programador, podes parar aqui, já terás entendido a ideia. Se és um gestor, continua a ler. A reacção do gestor: “Wow, este tipo conseguiu evitar utilizar um if()! Que truque tão giro! »

Author image Raúl Pedro Fernandes Santos

FCT.enses.org vai terminar...

Decidi terminar o FCT.enses.org, a não ser que alguém queira ficar com ele. A verdade é que, apesar de o continuar a achar interessante, já não tenho interesse no projecto. Acho uma óptima ideia haver um agregador de blogs de alunos e funcionários da FCT e terei pena se ninguém lhe quiser pegar mas eu não estou a fazer um bom trabalho, não dedico tempo a isto - não que precise de muito tempo mas nem isso eu faço. »

Author image Raúl Pedro Fernandes Santos

Um depoimento demolidor contra o (des)acordo ortográfico

O original é do blog Largo dos correios mas é tão bom que tenho que o reproduzir aqui, não só para que se um dia aquele blog fechar, isto não desapareça, mas também porque merece ser espalhado. Aqui fica, com os meus agradecimentos ao autor do Largo dos Correios e à autora do texto. O Acordo Ortográfico e a tradução para português O meu trabalho consiste, em suma, na revisão de traduções do Inglês para o Português de manuais de instruções e interfaces do utilizador de equipamento médico. »

Author image Raúl Pedro Fernandes Santos

At the edge of space...

Everyone should have a chance to stand at the edge of space like that, for no reason other than the fact that after gazing down upon our beautiful blue planet, one is forever changed and will undoubtedly comprehend how ridicule and insignificant all our arguments, disputes, fights and wars really are. »

Author image Raúl Pedro Fernandes Santos

Alternativa a VPNs, fácil e segura

Tendo vivido um ano num apartamento que pertence a uma universidade, durante esse tempo usei a rede deles para aceder à internet - e vou sentir falta dos downloads a 8 megabytes/seg (sim, megaBYTES, não megaBITS). Mas nem tudo era bom: havia imensas restrições, o que até compreendo, dado que é uma rede de uma universidade com vários milhares de utilizadores e há sempre aqueles que gostam de se portar mal. »

Author image Raúl Pedro Fernandes Santos

Easy and secure VPN alternative

Having lived for a year in a flat that is owned by a University, I was using their internet connection, of course - and damn, will I miss having sustained 8 megabytes/sec downstream (yes, that’s megaBYTES, not megaBITS). But not everything was roses: there were lots of restrictions in place, which I could understand, since it’s a university network with several thousands of users and there are always those who like to misbehave. »

Author image Raúl Pedro Fernandes Santos

JPEG, Zlib and Freetype not available for PIL in a virtualenv in Ubuntu

When installing PIL, the Python Imaging Library, in a virtualenv in Ubuntu with pip install PIL, the installer reports that there’s no JPEG, Zlib or Freetype2 support available, even though I had installed all the corresponding packages. It turns out that the PIL installer looks for the libraries in /usr/lib/ but in Ubuntu they are in /usr/lib/i386-linux-gnu/ or /usr/lib/x86_64-linux-gnu/, depending on the architecture you use. A quick and dirty solution for this is to create symlinks to those libraries in /usr/lib/, like this: sudo ln -s /usr/lib/i386-linux-gnu/libfreetype. »

Author image Raúl Pedro Fernandes Santos

JPEG, Zlib e Freetype indisponíveis ao instalar a PIL num virtualenv no Ubuntu

Ao instalar a PIL, a Python Imaging Library, num virtualenv no Ubuntu com pip install PIL, o script de instalação diz que não tem suporte para JPEG, Zlib e Freetype2, apesar de eu ter instalado todas as bibliotecas correspondentes. Acontece que o script de instalação da PIL procura as bibliotecas em /usr/lib/ mas no Ubuntu elas estão em /usr/lib/i386-linux-gnu/ ou /usr/lib/x86_64-linux-gnu/, dependendo da arquitectura usada. Uma solução rápida e não muito elegante é criar symlinks para as bibliotecas em /usr/lib/, assim: sudo ln -s /usr/lib/i386-linux-gnu/libfreetype. »

Author image Raúl Pedro Fernandes Santos

Como adicionar "applets" ao painel do Gnome clássico no Ubuntu 12.04

Após recuperar o Gnome clássico no Ubuntu 12.04, ainda tinha que recuperar outra coisa crucial para a minha utilização do dia-a-dia do Gnome: a possibilidade de adicionar/remover ao/do painel “applets” e atalhos para programas. Carregar com o botão direito do rato no painel não faz aparecer um menu como fazia - mas há uma forma de o obter: super + alt + botão direito (a tecla “super” também é conhecida como a tecla do windows) Já agora, isto é também como se podem mover ou remover elementos do painel. »

Author image Raúl Pedro Fernandes Santos

Como recuperar o Gnome clássico no Ubuntu 12.04

Após muita resistência, lá acabei por ceder e instalar o Ubuntu 12.04 no meu computador. Até agora tinha o 11.04 porque odeio o Unity e o Gnome 3 com um ódio muito especial mas ao mesmo tempo estava a começar a sentir necessidade de ter bibliotecas e programas mais actuais. Felizmente descobri que posso evitar ficar louco, tendo a interface do Gnome “clássico” com um aspecto e comportamento muito semelhantes àquilo a que estava habituado no Gnome 2, com uma mudança muito simples: »

Author image Raúl Pedro Fernandes Santos